Palavra do Presidente

Quem me conhece sabe dos meus princípios e condutas… porém o mais importante é que sabem que eu exercito aquilo que prego e acredito.

Não sou prefeito, longe disso aliás, mas cultivo certos hábitos que penso serem corretos comigo, com o que recebi de valores da minha família, e criação e para as pessoas com quem convivo. Desta forma, dentre tudo que valorizo, quero destacar duas palavras e conceitos: Lealdade e Companheirismo.

Buscando referências e explicações, achei termos mais técnicos que podem ajudar muito para que vocês meus amigo, possam ter uma noção mais ampla desses preceitos:

A lealdade é o cumprimento daquilo que exigem as leis da fidelidade e da honra. Um homem de bem deve ser leal a outras pessoas, a organizações (como a empresa
para a qual trabalha) e à sua nação

A lealdade é uma virtude que se desenvolve conscientemente e que implica cumprir com um compromisso ainda que seja perante circunstâncias constantemente em
mudança ou adversas. Trata-se de uma obrigação que se tem para com o próximo. O contrário da lealdade é a traição, que supõe a violação de um compromisso expresso
ou tácito. Por exemplo: um homem deve ser fiel à sua esposa. Não lhe mentir faz parte da lealdade. Se, em contrapartida enganar a sua mulher, estará a cometer adultério (traição no seio do casal).

Os trabalhadores, por outro lado, devem mostrar lealdade para com a sua empresa. Isto é especialmente importante no caso dos executivos que lidam com informação delicada relacionado com o negócio em questão. Um funcionário que não seja leal, pode facultar dados confidenciais à concorrência. A lealdade a um Estado ou país costuma jurar-se com atos que envolvem a bandeira nacional. Através deste tipo de juramentos, as pessoas comprometem-se a defender a honra da sua pátria.

Fala-se de lealdade, por outro lado, para fazer referência à gratidão, ao companheirismo e ao amor que alguns animais são capazes de mostrar ao ser humano. O cão e o cavalo são considerados animais leais, capazes de arriscar as suas próprias vidas para salvar o seu dono.
(fonte: http://conceito.de)

Companheirismo é o vínculo que existe entre companheiros. Os companheiros, por sua vez, são as pessoas que se acompanham para algum fim, formando algum tipo de comunidade, corpo ou equipe.

A noção de companheirismo costuma ser usada em referência à boa correspondência e à harmonia entre os companheiros. Isto significa que, neste sentido, nem todas
as relações entre companheiros refletem companheirismo, uma vez que algumas só surgem pela proximidade física ou pelo fato de dividirem certas tarefas de maneira forçada. O companheirismo acontece por atitudes solidárias entre eles, como quando uma criança empresta o seu material escolar a outra ou quando duas meninas partilham caramelos.

Numa empresa, numa organização ou num conjunto desportivo, o companheirismo é a base para um trabalho de equipa bem-sucedido. A coesão entre os membros
ajuda a que se explorem as capacidades individuais e a que o resultado da ação do grupo seja melhor.
(fonte: http://conceito.de)

De uma forma resumida é isso meus amigos. Mas primeiramente sejam leais consigo mesmos… o companheirismo vem atrelado a isso. Tenho consciência de que não
agrado a todos, mas tendo muita lealdade comigo mesmo, devo confessar que com o passar dos anos e experiências, não ser unanimidade já não me incomoda, pois se
eu tiver que me mudar para sempre buscar a aprovação de todos, jamais serei leal a mim e a tudo que prego e pratico, desta forma… devo acrescentar que vale o preço.
Sou leal e companheiro, primeiro de mim, consequentemente aos demais também… sou feliz!